Dicas para criar espaços seguros no Esporte

Read this in:

Há elementos cruciais que todos os programas devem considerar quando se trata de segurança. Treinadoras (destaque para profissionais do sexo feminino como técnicas esportivas), educadoras(es) e funcionários(as) que vão interagir com as meninas são peças indispensáveis para a criação de espaços seguros. Elas são as principais responsáveis em garantir que as meninas se sintam emocionalmente seguras e confortáveis dentro do ambiente esportivo, protegidas contra lesões físicas.

Responsáveis pelos projetos nem sempre podem garantir a segurança fora do seu programa. Beneficiar as meninas de maneira plena significa dar a elas os conhecimentos e habilidades para lidar com os problemas em diferentes situações, tanto dentro do programa quanto no mundo lá fora. Programas esportivos podem também ajudar as meninas a desenvolver mecanismos de enfrentamento para lidar com os desafios de segurança pessoal fora do programa.

Espaços fisicamente seguros

  • Garanta que o espaço para o treino esteja limpo e livre de objetos perigosos tais como vidro quebrado e estacas.
  • Assegure-se que a superfície do campo/quadro esteja plana, sem buracos ou superfícies ásperas que possam causar ferimentos. Marque claramente os lugares perigosos.
  • Sempre tenha material de primeiros-socorros à mão em caso de lesão.
  • Assegure-se de que as meninas tenham os equipamentos de proteção adequados aos esportes que elas vão praticar.
  • Programe sessões em horários onde o trajeto das meninas não será feito no escuro.
  • Estabeleça regras de jogo e imponha o uso de respeito e jogo justo (fair play).
  • Adote uma política "luta zero" dentro do programa. Isto deve se aplicar às participantes, técnicas e voluntárias e deve incluir a proibição de ataques físicos e verbais.
  • Treine técnicos(as) para garantir que elas(es) sejam capazes de manter espaços seguros para as meninas.
  • Familiarize-se com os vizinhos da região.
  • Identifique uma rede de hospitais para serviços de referência em caso de emergência.
  • Leve em conta uma relação apropriada entre o número de meninas e o número de treinadoras. Isso depende do tipo de Esporte que está sendo jogado.
  • Aconselhe as meninas a evitar estranhos e de encaminhar estranhos para treinadores(as), os pais ou responsáveis no caso de serem abordadas.
  • Ofereça acesso a instalações sanitárias seguras e limpas; e à água potável.

Espaços emocionalmente seguro

  • Convide as meninas a definir o que é importante para criação de um espaço seguro.
  • Faça com que as meninas criem e assinem um código de conduta para as sessões de treinamento e discussões mais sensíveis. Faça com que elas decidam sobre que parâmetros serão implementados em relação à confidencialidade e quais as punições quando o código acordado for quebrado.
  • Ensine as meninas como se comunicar melhor, ajudando-as a resolver pacificamente os conflitos entre si.
  • Considere realizar as sessões em espaços que possam ser fisicamente fechados, para manter estranhos do lado de fora e ajudar as meninas a se sentirem seguras.
  • Estes espaços não precisam ser construídos a partir do zero. Na maioria das vezes você pode fechar acordos para usar quadras já existentes, ginásios, academias de ginástica e espaços públicos.
  • Se possível, proíba não-participantes, como namorados, de assistir regularmente aos treinos ou discussões. Meninas tendem a sentir-se intimidadas ou inibidas diante de plateia.
  • Sempre tenha uma mulher presente quando um homem estiver envolvido na formação esportiva das meninas.
  • Preste atenção aos casos de intimidação entre participantes. Exija respeito a individualidades e igual para todas as meninas.
  • Coloque uma caixa de sugestões para que as meninas deixem comentários e sugiram temas de conversa.
  • Permita que as meninas falem sobre temas sensíveis na língua/vocabulário que lhes for mais confortável. Entretanto, esteja ciente que meninas que não falam a língua/vocabulário predominante podem sentir-se marginalizadas.
  • Desencoraje fofocas e boatos.
  • Incentive o poder compartilhado entre as meninas. Não permita que uma menina exerça poder sobre outra. Por exemplo, na escolha do time.
  • Forneça vestiários privados. Embora um espaço permanente só para meninas seja preferível, é normal utilizar um vestiário usado por homens e mulheres. Meninos, no entanto, devem ser proibidos de entrar enquanto as meninas estiverem utilizando o vestiário. Em culturas conservadoras, pode ser necessário estabelecer espaços só para meninas e/ou mudanças no uniforme para assegurar que as meninas se sintam confortáveis.
  • Adote uma política escrita de tolerância zero ao abuso ou assédio sexual.
  • Ofereça oportunidades de formação a todos os membros da organização sobre o que a política de tolerância zero a violência baseada em gênero significa e que medidas tomar no caso de um incidente.
  • Continuamente refresque essa formação. Muitos programas têm novos membros sendo contratados regularmente. É importante discutir regras e o que se espera dos novos membros. Profissionais mais antigos ou mais experientes podem liderar essas discussões.
  • Treinadores(as) devem manter confidencialidade e não colocar em risco a confiança cultivada com as meninas. Treinadoras(es) devem lembrar-se que as meninas podem ter experimentado casos anteriores em que ela teve sua confiança traída.
Tips For Creating Safe Spaces | Women Win Guides

Error

The website encountered an unexpected error. Please try again later.