Seleção de Pessoal e Treinamento

Read this in:

Uma decisão importante diretores(as) de programas esportivos têm de tomar é quem vai trabalhar com as meninas. Na seleção de pessoal, é útil considerar em primeiro lugar, a ausência do "mau" e, em segundo lugar, a presença do "bom".

A segurança das meninas em seu programa depende da garantia de que elas estão trabalhando com adultos que são confiáveis e não têm histórico de violência baseada em gênero ou atividades ilegais. Ser um bom treinador/técnico ou uma pessoa amiga não é suficiente. Conduzir pesquisa de antecedentes criminais e verificar referências antes da contratação são exigências absolutas e inegociáveis. Se você tiver recursos, existem serviços de terceiros que administram verificação de antecedentes. Se esses serviços não estão disponíveis, uma alternativa é entrar em contato com um mínimo de três referências fornecidas pelo candidato. Nunca é tarde demais para realizar a verificação de antecedentes. Se você já estabeleceu o seu programa de Esporte, exigir que o pessoal já contratado submeta a verificação de antecedentes é um poderoso passo na melhoria da segurança das meninas. Aqueles com histórias de qualquer tipo de Violência Baseada em Gênero não devem ser contratados.

Uma vez que a verificação de antecedentes tenha sido conduzida, o próximo passo é a construção de capacidade para trabalhar com as meninas sobre o direito delas de viverem livres de violência baseada em gênero. Este não é um processo rápido e, na verdade, nunca acaba. As ideias a seguir são sugestões básicas compartilhadas por programas parceiros em como formar pessoal nesta área:

Dicas sobre Formação de Funcionários(as) sobre como Enfrentar e Lidar com casos de Violência Baseada em Gênero vivenciados por meninas

  • Conheça e siga as leis sobre violência baseada em gênero
  • Ouça as meninas. Peça a opiniões delas, suas experiências e ideias de como mudar suas vidas. Respeite o que elas dizem.
  • Pratique comunicação efetiva: seja aberta, direta e sincera com as meninas quando você falar.
  • Demonstre profissionalismo e consciência sobre seus limites pessoais.
  • Saiba quais os requisitos legais de denúncia em relação ao abuso ou negligência de crianças.
  • Evite qualquer contato físico que possa ser mal interpretado como íntimo ou sexual.
  • Evite a realização de reuniões na casa de treinadores com indivíduos ou pequenos grupos.
  • Esteja ciente de que, como treinador, você está em uma posição de poder em relação a meninas. Seja sensível a esta realidade e não abuse desse poder.
  • Estabeleça parcerias com provedores de serviços locais que possam na educação das meninas e denúncias de abuso.
  • Nunca use força física ou raiva na interação com as meninas
  • Estabeleça um protocolo de notificação e atenção a situações de abuso e à lesão antes de precisar usá-lo.
  • Seja vigilante e considere que as meninas também são vulneráveis ao abuso em seu trajeto casa-treino. O abuso pode acontecer em qualquer lugar a qualquer momento.
  • Nunca demonstre favoritismo e evite julgar. Situações podem surgir em que meninas se apaixonam ou demandam sua atenção demasiadamente. Não dê atenção especial a esses casos e tente lidar com tais assuntos de maneira delicada.  
Staff Selection And Training | Women Win Guides

Error

The website encountered an unexpected error. Please try again later.